domingo, novembro 02, 2008

11º mês

Chegámos a Novembro e, ao décimo primeiro mês do ano, não me incomoda nada nunca ter visto o "Rei Leão" e ser a única pessoa a não gostar do "E.T.". Passo bem sem Coca-Cola, sem queijo, sem whisky, e sem cozido à portuguesa. Continuo a folhear jornais de trás para a frente, porque normalmente as primeiras notícias são do interesse de quem as faz. Perco tempo com coisas insignificantes, mas que para mim têm toda a importância do mundo: olho para o vazio, decoro momentos de músicas, faço de decisões impossíveis o meu lema de guerra. Sei que não é bonito uma mulher comer desalmadamente, mas não gosto de amores a meio gás e apaixono-me perdidamente por vícios de sempre: o pão, as bolachas, os chocolates. Corto ao meio uma folha de papel em três, e como não sei descascar uma maçã nem sequer a como. Sou do sol, das tardes quentes e dos dias sem fim. Preciso dos cheiros para reconhecer os sítios, lembrar as pessoas, catalogar sensações. O abraço é a minha forma de arte. No inverno, durmo de meias e torno-me insuportavelmente unsexy, mas recuso o frio e as dores de alma. Tenho sede de tempo, bebo sempre Fanta porque prefiro o original à cópia, amanheço para mais palavras num computador qualquer. Espero que as notícias me tragam o pequeno-almoço de há anos, mudo as estações de rádio freneticamente e enfureço-me com a caixa de pastilhas que se perdeu na minha mala. Continuo a ter ao meu lado a mesma boneca de trapos que comprei quando vim para Lisboa, vai para dez anos, e por esta altura do ano já revi o "Love Story", o "Annie Hall" e o "Breakfast At Tiffany's" umas quatro vezes. Não confundo as minhas escolhas, sou do hábito e absolutamente igual a mim. E sempre que ouço "Nowhere Fast" a vida vai começar outra vez. Às vezes, nem com o tempo se mudam as vontades.

19 comentários:

NonSense disse...

Bonito. Mesmo.

Ca Delicious disse...

Não há que mudar... há que ser.. ser feliz...

Sadeek disse...

Caraças...como é que o mês de Novembro dá para tanta reflexao?!

És a maior, ó "K"... ;)

BEIJOOOOOOOOO

P.S.- Surpresa das surpresas....ganhámos um jogo...AAHHAHAHAHA...YEEEEEEES!!!

Miss Pu disse...

Novembro é assim, saudosista :)

Joana disse...

... e agora é aquela parte em que entra o "November Rain"?... ou o Keanu Reeves armado em Sweet November... eu gosto de Novembro e gosto de ter ler! :)
Bjs

Muxy-Muxy disse...

Belo texto, chapeau!!!

Rafaela disse...

Gostei muito do que li...é tão bom quando temos estas "epifanias" sobre nós mesmas, não é? E o Nowhere Fast tem exactamente a mesma função em mim...Gosto de ti.

medusasss disse...

Para quê mudar o que é perfeito?
***

Lolita disse...

Gostei especialmente da frase "O abraço é a minha forma de arte". beijinho*

Buttafly disse...

Ui! "Nowhere Fast"! Impossível não achar que a vida é bela e amarela quando se ouve esse hino! a-m-o de paixão...

;)

kiss me disse...

Tirando a Fanta e a boneca de trapos, mais um testo que poderia muito bem tersido escrito por mim (soubesse eu escrever assim).

MysterOn disse...

Já não tinhas uma desta há algum tempo!

Good job!

E sim! Gostei do abraço ser a tua forma de art!

Beijo!

Mr.T disse...

Nice, Miss K.

É muito bom ver-te de novo em forma.

Keep it up!

Wolley disse...

Adorei o teu brain storm! =)

pinky disse...

hihihhi eu cá só mudava o dis/like da cola e do whisky, de resto assino em baixo em tudo!

ipsis verbis disse...

"não me incomoda nada nunca ter visto o "Rei Leão"

Nem a mim.

"e ser a única pessoa a não gostar do "E.T."."


Somos duas então :)


"Continuo a folhear jornais de trás para a frente,"

Também faço isso.
Paranóias...

CAP CRÉUS disse...

Gostei de ler!

Prezado disse...

As meias têm raquetes? uma preta, uma vermelha, a cruzar?

Preciso de saber, para montar a imagem mental.

Gostei.

Ninhas disse...

Everybody's goin' nowhere slowly
They're only fighting for the chance to be last
There's nothin' wrong with goin' nowhere, baby
But we should be goin' nowhere fast
It's so much better goin' nowhere fast