terça-feira, março 27, 2007

E tu, já puseste a tua hoje?

7 comentários:

poeta_poente disse...

quem me dera... ainda não consegui retirar a de ontem...

El-Gee disse...

Há que pôr?

Miss K. disse...

e não há? ou melhor: há que nunca tirar? não sei... infelizmente, acho que todos nos escondemos atrás de uma e outra máscara, conforme estamos, sentimos e pensamos - e conforme queríamos estar, queríamos pensar, e queríamos sentir.

o mundo é o teatro maior de todos os teatros, e a vida a mais longa de todas as peças. as máscaras foram o escape encontrado para nos protegermos desse grande mistério - nós próprios.

El-Gee disse...

Ou entao, pelo contrario, nunca usamos máscaras mas temos várias faces.

Faces nossas, únicas, genuínas, pessoais, que se revezam conforme o que queremos mostrar.

Faces parecidas com outras, de outros, mas com interconexões pessoais com o nosso estado de espírito.

Faces que nunca são máscaras, porque nunca sao falsas nem artificiais.

Faces que nao se tiram, só se mudam, e sem as quais nao somos nós.

Joana disse...

:)

Escolho a do indio... Pocahontas! :)
bjs!

Daniela disse...

Concordo há que não tirar... Só renovar :)

S. disse...

Olá K.,
Fico satisfeita por me parecer que gostaste de algumas das minha sugestões. Obrigada pelo link, volta sempre... tb vou andar por aqui a conhecer o teu sitio!
:)
S.