sábado, junho 24, 2006

100% qualquer coisa PURA


Mandasse eu no mundo, e momentos como este, em que a gota cai na água, durariam para sempre. Ad eternum, como se diz em latim. Porque quando a gota atinge a água, ela chega ao seu espaço final, à sua outra parte, e atinge o seu fim - deixa de ser gota, e começa a ser oceano. Nós, humanos, somos todos gotas em estado bruto: andamos por aqui à procura de um sítio onde encaixar, para começarmos a dar vida à nossa metade perdida. Uns encontram-na mais cedo, outros mais tarde, outros nunca a chegam a ver. Porque não quiseram ou não puderam ver. É mesmo assim. A nossa gota de água pode estar mesmo ao nosso lado mas, se estivermos fechados numa concha, nem reparamos que era com ela que faríamos o mar mais azul do mundo.
Let's try not to make it that way.

2 comentários:

estiveste mal disse...

:) Let's do it. Parece-me que a tua escrita está cada vez mais interessante.

criptog disse...

E apesar de até a água evaporar, havendo por vezes períodos de seca, volta sempre a chover!

"...
Touch my world with your fingertips
And we can have forever
And we can love forever
Forever is our today
..."
(Queen - Who Wants to Live Forever)