quarta-feira, fevereiro 11, 2009

Os tempos que correm

Voltei a fumar porque era infeliz sem os três ou quatro cigarros por dia. Só estou bem a trabalhar. Adiei a compra do carro porque valores mais baixos se levantaram. Estou a tentar abolir o excesso de pão e bolachas. Tenho saudades do Brasil (muitas). À noite, não quero ter sono. Engano o meu vazio com idas às compras. Não me façam perguntas.

11 comentários:

Sereia disse...

É a crise filha...é a crise!!! :)

Liana Andra Marques disse...

Perguntas não serão feitas!

sendyourlove disse...

...se os 3 ou 4 cigarros te faziam falta acho que fazes muito bem... não matam saudades nem resolvem problemas mas as vezes parece que ajudam!

KILGORE disse...

Take it Easy...

Clementine Tangerina disse...

É a falta de solinho, mas vai melhorar! beiiiiiiiiiijos fofinha*

GONIO disse...

Uma frase que tento que seja inspiradora: "não há batalha mais amargamente perdida do que aquela em que não se lutou".
Força aí! Ou em versão americana, "yes, you can".
Não percas a capacidade de sonhar!
Bjs

Buttafly disse...

Pensei que andava por aí um arco-íris, miúda... Relax, take it easy e não desesperes - never forget: "melhores dias virão". SIIIIMMMMM?

;) beijinho gordo

MiSs Detective disse...

só 3 ou 4??? é pá também gostava. depois diz que não tens dinheiro para o carro! pára de comprar (é o que digo a mim mesma, sem grandes efeitos)

LORENZO MONSANTO disse...

Eu sou infeliz com os 20 que fumo por dia...

Mlee disse...

À noite nunca quero ter sono e de manhã fico pregada ao edredon. Eu engano-me com bolos, chocolates e fugas ao ginásio e sim, trabalho também sabe bem.
O engraçado é que, a dada altura, isto também cansa e começa-se a ter a vontade de saltar fora. chega-se lá, mais cedo ou mais tarde.
Andar chateada ... chateia :)

Gabriela Coutinho disse...

Poxa que pena que não posso fazer perguntas =(
Queria saber onde você está, não fumo mas apoio você se voltou a fumar.
E espero que o seu estado de espírito melhore.
Gostei do seu blog, passa lá no meu depois.
Beijos.