terça-feira, agosto 12, 2008

Carta de apresentação (not)

Adorava saber o é que as pessoas que escrevem para os jornais e para as revistas fazem quando lhes falta a inspiração. É que o drama do ecrã em branco é pior do que parece: a mim acontece-me todos os dias, e eu não passo de uma rafeira que vai para dois anos não escreve para lado nenhum; a cada 24 horas, aí estão as minhas mãos a pingar porque não apontei a ideia que me veio a meio do concerto de Franz, a iluminação divina que me surgiu na viagem de ida para a Zambujeira, a conclusão fatal, e irremediavelmente esquecida, entre aquelas duas passas aceleradas de ganza mal acendida, no final de outro dia de praia. Pior que isso, é nem ter tido o vislumbre, ou a sensação capilar (seja lá isso o que for), de ter tido o impulso de escrever alguma coisa; por mais má que fosse, podia sempre apagá-la e escrevê-la melhor, escrevê-la bem. Mas não, isso não acontece, e na minha cabeça começa uma luta de tico e teco que acaba sem vencedores nem vencidos, porque se é verdade que não preciso stressar-me porque não sou colunista de nenhuma publicação semanal e por isso não cumpro deadlines, não é por isso que tenho o direito de perder a cabeça e começar a escrever posts de merda, como este, para queimar a pouca credibilidade que tenho junto dos meus fiéis leitores. Escrito isto, declaro oficialmente aberta a época "Miss K. procura emprego, parte... em que parte é que nós vamos?"

7 comentários:

Miss Pu disse...

We'll always have Moleskine...

100 Sentidos disse...

Vamos abrir um clube?

lex disse...

E dizes tu que não escreves bem. Vai-te... absolver.

Nani disse...

identifico-me inteiramente contigo.

padecemos do mal do "fica para depois". depois esse que fica em tempo nenhum. esquecemos, ou então já não lembramos as palavras exactas. aquelas que soavam tão bem.

humpf. parece que nos cabe a nós a tarefa de nos obrigarmos a tal.

*

MiSs Detective disse...

os comments nao aparecem porquê???

Miss K. disse...

aqui aparecem...

MiSs Detective disse...

eu ja tinah posto outro comment. a dizer qualquer coisa como: eu tou a dar em doida com esta merda do nao emprego! consegues compreender proque nao a ti? eu nao consigo compreender porque nao a mim!