sexta-feira, julho 25, 2008

Why so much noise?

Em dez, o IMDB dá-lhe 9,5 de média. Ora se não me falham as contas, tal percentagem põe esta obra a roçar a perfeição. Não estaremos a exagerar? Será que os 115340 votantes viram o mesmo filme que eu? Vamos à crítica possível, a de quem não quer dizer mal mas que também não está aqui para dar palmadinhas nas costas de ninguém... Cento e cinquenta e dois minutos de Batman é muito Batman, às tantas já não sei se o anti-herói é o morcego se o Super-Homem, confesso-me perdida com tanto tempo de aventura mastigada over and over; o Heath Ledger está de facto muito bom como Joker - e é só isso, está de facto muito bom, é o actor com a melhor performance no filme, mas nem por isso a sua actuação faz resuscitar o Tutankamon. Não senti em nenhum momento o descontrolo e a alienação total de, por exemplo, Jack Nicholson em "Voando Sobre Um Ninho De Cucos"; o Christian Bale consegue ser um Batman mais enjoativo do que uma bola de Berlim sem creme, e aquela dentadura-cor-de-lixívia que exibe debaixo do fato de bicho voador só me faz pensar que quem lá está dentro é outra pessoa, porque aquele sorrisinho-gay não lembra nem ao menino Jesus nos seus piores dias; o Michael Caine é um Senhor, até mesmo a servir o pequeno-almoço; a Maggie Gyllenhaal é de uma beleza fatal que faz inveja à portadora da maior quantidade de sangue de barata, e como se isso não fosse pouco tem um talento inquantificável; gostei de ver o Aaron Eckhart despenteado - foi a primeira vez, é de um arrojo sem precedentes, mas o meu humilde conselho é de que volte a fazê-lo, para bem da sua carreira; last but not least, esse rei da descrição que é o Gary Oldman - adorei o jeito down-to-earth e nacionalista do seu polícia incorruptível. E pronto, agora posso voltar aos episódios que me faltam de "Weeds".

2 comentários:

Miss Pu disse...

Não digas que ainda quero ir ver!

É daqueles que podem vir 1000 críticas que tens de prová-lo por ti..

:)

kissss

nando disse...

Bem... isto não tem nada a ver com o Batman, mas com o post. Com o estilo, com a escrita, r com «e como se isso não fosse pouco tem um talento inquantificável». lol. só lol.

E a razão do comment? Normalmente eu guardaria este post nos meus favoritos... infelizmente só aparecem lá as primeiras linhas... será que é de proopósito? Ou posso deixar a sugestão de fazer o feed completo?...

:)