domingo, julho 06, 2008

Em menos de nada, morri

Depois disto, o amor só pode ser uma ilusão. O amor não existe - é uma invenção das pessoas que não gostam lá muito de si próprias, e que teimam em concentrar em alguém todos os sentimentos bons que conseguem ter. O amor não existe, e descobri-lo assim, de repente, é o meu maior pesadelo. Estou a andar num corredor escuro, sem oxigénio, e nunca vou sair daqui. Pela cabeça passam-me os sonhos que insisti em construir, as sensações que quis traduzir em palavras, as mais pequenas sensações que achei por bem partilhar. E, sem aviso prévio, afinal o amor não existe. Sinto-me a definhar, as partes que compõem o meu corpo separam-se uma por uma, e o meu sorriso fecha-se numa caixa cheia de dor e angústia - não me disseram que morrer era assim. Luto contra as minhas lágrimas, que crescem numa torrente trôpega e descontrolada, e insisto em fechar os olhos, porque a verdade mata-me a cada segundo que passa. O amor não existe, o amor não existe... Perdi o meu coração. Perdi o que achava que era a minha vida. Foi-se o meu chão, o meu reflexo no espelho. Foi-se o meu norte e o meu sul. De mim já só há uma recordação baça. Nao sei para onde fui, mas deixaram-me sozinha, com o peso das melhores lembranças de sempre. E uma tristeza maior que nunca.
O amor não existe. E eu também não.

32 comentários:

Joana disse...

..........


o amor existe,
daquela forma com que sonhámos,
daquela maneira que vem nos filmes,
o amor existe,
encontrá-lo é que é um caminho longo, com dores de crescimento... é uma preparação para quando o teu amor chegar.
e o teu amor existe.

Alf disse...

Leio o que escreves e acho que só pode provar que o amor existe e tu também. E prova que amas.

Kitty Fane disse...

Minha querida, nestas alturas nada do que se possa dizer vai ajudar a amenizar a tua dor. Mas queria deixar-te aqui um grande abraço e o forte desejo de que o teu coração se recomponha o mais rápido possível e que o sol volte a brilhar para ti. Vou torcer por ti.

Cidadão do Mundo disse...

“A cada instante há que sacrificar o que somos ao que podemos vir a ser”

Charles du Bos

Miss Pu disse...

Então miuda? Que passa...?
Olha, posso-te dizer que estamos em sintonia relativamente a essa crazy little thing called Love(??).

Tou descrente, não acredito e, o que é muito pior, é que já não quero saber!

Anyway, temos de falar!

Beijinhos grandes

nika_liu disse...

Esta é a parte que me afasta do amor: o sofrimento que o mesmo consegue provocar.
Talvez por isso acabe sempre por pensar nas piores perspectivas para não ser apanhada de surpresa.
Mas esta também não é a solução...e eu não sei qual é!
Só sei que por maior que seja a dor, um dia depois do outro, ela vai diminuindo nem que seja um bocadinho infimo...
Muitos beijinhos

MaryMoon disse...

Não deixes que a desilusão destrua a tua capacidade de sonhar.
O amor existe sim. É para isso que estamos aqui. Para amar.
Mas o luto faz parte.. e é bem melhor despejar tudo para fora a fim de não se deixar acumular e rebentar.
Força. Cada dia vai custar menos.
Vais ver.

medusasss disse...

Hummm... o amor existe, não deixes de acreditar nisso. Quando muito anda desorientado e ainda não te encontrou.

Guarda as boas memórias numa caixinha e continua em frente: mais cedo ou mais tarde o amor volta a bater à tua porta...

Pode-se viver sem amor, mas jamais sem esperança, não percas a esperança: todos nós já sofremos por amor e sobrevivemos.

Bonne chance!
***

Poisoned Apple disse...

Minha querida, deixei-lhe um recado no meu blog. Beijinho.

Clepsydra disse...

Existe... e, agora, dói. Agora, doi-te o amor. E se te dói é porque, não só existe, mas existe em ti. Existe hoje, quando dói mais do que a dor. E existe num amanhã qualquer, lenta, amenizada e progressivamente doce.

Beijo

Ana disse...

Olá! Caí aqui de para-quedas, já não sei onde encontrei o teu blog, mas visito-o regularmente.
Há dias em que também me sinto assim, mas expressaste essa dor muito bem :)
Resta-me desejar-te sorte e que essa descrença desapareça :(
Beijinhos*

Suhl disse...

Em menos de nada, se morre. E mais dificil ainda é quando se morre sozinho, e tudo à nossa volta respira vida e lembranças. Banalizar e distanciar. De pessoas e pormenores.

Nem tudo passa na vida, mas vai ficando mais fácil.

criptog disse...

Quando não vires podes inventar e tornar real, quando voltares a ver podes juntar tudo e ter uma soma do que foi e do que veio depois.

Sadeek disse...

Existe "K"...mesmo! E tu também não deixas de existir por isso...

Força piu bella...sorriso na cara, mesmo que custe, e bola prá frente...

BEIJÃOOOOOOOOOOOOOOO

V. disse...

O amor existe sim. Agora, é certo que nada dura para sempre e isso é o que se deve reter.

Já diz o ditado, "Ontem é história, amanhã incerto e hoje uma dádiva" e há que perceber que tudo termina, mesmo que se faça tudo para que isso não aconteça, mesmo que percamos tudo no processo, tudo termina.

Animo, é só mais um capitulo na tua história e deves ter aprendido tanto. Nada é substituído, mas tudo pode ser criado novamente.

V.

D. disse...

Se o amor existe mesmo, não te sei dizer,mas acredito que sim. Certo, certo é que o tempo cura tudo. Tudo mesmo.
Bjs

I&U disse...

Senão existisse não te darias ao trabalho de escrever isto tudo ;)

Piston disse...

Talvez não exista para sempre. Pensar que todo o tempo foi uma farsa é uma forma de compensação, mas não deixa de não ser verdade.

Tiny Tear disse...

Venho aqui todos os dias mas nunca comentei.Mas comento hoje. Tens toda a razão, dói, dói muito.Não temos reacção para nada, tudo desabou à nossa volta e o túnel parece não ter saída.Mas tudo passa.Pode levar anos como no meu caso mas acaba por passar.E aí,depois, verás que o amor existe sim. Pode não ser com a pessoa que perdeste, aliás, é o mais natural, mas será com outra pessoa. E provavelmente será maior e mais forte que aquele que perdeste.Talvez até chegues à conclusão este que agora perdes, nem era assim tão especial. Mas até esse dia chegar,chora tudo o que tens a chorar,vai ao fundo para depois te levantares mais forte. Força!

Buttafly disse...

Sabes o que me diz a minha mãe nessas ocasiões? Se não foi é porque não tinha de ser - e ainda bem que é assim. Viver ao engano não é nada...

;)

Beijos e abracinhos bons.

pandolet disse...

o amor existe sim. o que nos magoa somos nós próprios quando nao queremos admitir que tudo o que nao nos pertence será retirado do nosso caminho. perdeste algo? perdeste alguem..? essa pessoa e esse algo nunca te pertenceram, e tu só podes pertencer a ti própria.

o que não é suposto estar no nosso caminho, não estará, lida com isso, aceita, e será bem mais fácil daqui em diante... nao penses no que perdeste, mas tenta sonhar com o que é suposto ganhares...

muita força, um dia ja nao vai doer =)

André disse...

Morta?! Com esses dedos assim a fazerem faísca?

Miss Pu disse...

Dediquei-te um post:
http://indecisosanonimos.blogspot.com/2008/07/fact-2_08.html

kiss da miss

MiSs Detective disse...

estaremos sempre nós por cá!

Ouriço disse...

"Valaver", então? Para a frente, para a frente é que é caminho.
bjs, força!

wednesday disse...

Existe. Não existe na pedra para que olhas, mas está na flor mais adiante. Volta, continua. Mais fraca, mas mais forte também.

Bj

kiss me disse...

Apetece-me dizer qualquer coisa, mas tudo o que possa dizer me parece ridiculamente estúpido.

ariana luna disse...

Em menos de nada, renasces.

Marta disse...

O meu conselho é arruma a malinha e parte de férias, vai apanhar Sol, umas bezanas (daquelas até à morte, conhecer novas pessoas, etc.).

Isto é, distrai-te, enquanto estiveres distraída não estás a pensar...

pinky disse...

sabes bem que existe! e tu és as prova disso. agora doi, a desilusão doi, os fins doem, mas nada em vão.
Muito provávelmente esse não era o "teu" amor, mas teve um fim, teve uma razão de existir, mesmo que agora não faça sentido nenhum, vais ver que um dia vai fazer sentido.
Um dia tropeças no teu amor e tudo acontece num bater de asas de borboleta, e depois vais perceber, qual foi a aprendizagem que tiraste deste teu agora amor que se foi, e porque é que se foi.
Algo muito melhor te está destinado, acredita!
beijos grandes, se precisares de alguma coisa cá estarei,

sendyourlove disse...

se não existisse não estarias agora a escrever a falta dele...
existe, mesmo que doa... mas tb doi a falta dele

me disse...

aninhas..baby.. infelizmente identifico me inteiramente neste post.
O amor não existe.
O amor nunca existirá, o ser humano é demasiado egocêntrico para ter capacidade de exprimir algo tao perfeito.

Faz como eu... caga pa tudo e tornate independente!! ;) i don´t care anymore..