segunda-feira, março 17, 2008

Vida Infinita

Hoje aprendi que há em mim sentimentos que nunca tinha experimentado. Nunca tive, até agora, um momento em que a vida fizesse tanto sentido, um momento em que eu e o mundo estivéssemos em harmonia total, e me deixasse perder pelos trilhos das sensações secretas. De facto, "a vida não se mede pelo número de vezes que respiramos, mas pelos instantes que nos tiram a respiração". Há sempre alguma verdade por detrás das frases batidas. Agradeço a existência desta. Fico num estado em que não sei se ria, se chore, tão forte é isto que me faz sentido. O medo é vencido pela vontade de repetir esta coisa de ser feliz. Não sei o que o destino me traz. Porém, se morresse hoje, seria mais do que nunca fui, e isso valem 26 anos inteiros. O que o meu coração viu através dos meus olhos não tem morada nisto a que chamamos Terra.

18 comentários:

Alf disse...

E que perdure, K...

Sadeek disse...

K...com esta deixaste-me à nora! Não sei se fique contente ou nem por isso...

Explica lá esta que deixaste-me preocupado...

BEJIOOOOOOOOOOOOOOS

Anónimo disse...

Caraças pá! Quem me dera escrever assim! Todos os dias cá venho, adoro ler-te. Beijinhos. Rita

Nelson Ivan disse...

De facto,

este o valor da vida, de sentirmos o que ela nos tem para dar através dos das emoções que vivemos.

Todas as nossas vidas fossem infinitas ...

Lux Lisbon disse...

Essa descrição veste perfeitamente aquilo que senti no decorrer de um workshop de representação há algum tempo atrás! Obrigado por me ajudares a ligar um pedaço de memória que estava adormecido.

Clepsydra disse...

BELÍSSIMO... quase se consegue tocar o teu estado de alma através do teu texto.

Mr.T disse...

Hey, cuidado! Isso contagia....

Hélio disse...

Esplendidamente exposto, num sentimento que, certamente, pode ser raro sentir... Mas porquê, agora, ficar-se só por um momento quando todos os dias podem ser um eterno "momento", ou ter pelo menos um momento, igual a este?... E sim, é um desafio.

Kitty Fane disse...

Não sei o que é, só sei que também quero. :-D

Lipa disse...

Hummm estou a ver... ou melhor estou a perceber... E é tão bom!

Beijinhos*

Ana Raquel disse...

Adorei o que escreveste!
Parabéns**

H4rdDrunk3r disse...

"O que o meu coração viu através dos meus olhos não tem morada nisto a que chamamos Terra."

Fuck, fiquei sem palavras!!

100 Sentidos disse...

Estas tuas frases tiram-me o fôlego, de vez em quando!

Eyes wide open disse...

Sim... e que perdure.


*

MiSs Detective disse...

simplesmente TU nestas palavras!

nika_liu disse...

I'm happy for you!!!!

navnevohteeb disse...

Já há muito que não visitava esta maravilha de “cantinho” e é bom constatar que o nível se mantém altíssimo.
Dou-te os parabéns pelo despertar para a maior obra da história do cinema… em especial na idade adulta, quando se consegue compreender a mensagem na sua plenitude.
Into the wild – o melhor filme (e banda sonora – “Rise up”, “Hard Sun” e “Guaranteed”) do ano.

Já estás a trabalhar? Espero que sim e feliz.

Boa sorte

Miss Pu disse...

In love? Invejo-te...