quinta-feira, novembro 29, 2007

Parente próxima da perfeição

VANESSA DA MATA - Minha Herança: Uma Flor

Achei você no meu jardim
Entristecido
Coração partido
Bichinho arredio

Peguei você pra mim
Como a um bandido
Cheio de vícios
E fiz assim, fiz assim

Reguei com tanta paciência
Podei as dores, as mágoas, doenças
Que nem as folhas secas vão embora
Eu trabalhei

Fiz tudo, todo o meu destino
Eu dividi, ensinei de pouquinho
Gostar de si, ter esperança e persistência
Sempre

A minha herança pra você
É uma flor com um sino, uma canção
Um sonho em uma árvore ou uma pedra
Eu deixarei

A minha herança pra você
É o amor capaz de fazê-lo tranquilo
Pleno, reconhecendo o mundo
O que há em si

E hoje nos lembramos
Sem nenhuma tristeza
Dos foras que a vida nos deu
Ela com certeza estava juntando
Você e eu

Achei você no meu jardim

5 comentários:

Joana disse...

Cá está, cá está! Por isso é que és cá das minhas!
É linda esta música, não é?

My favourite:
"E hoje nos lembramos
Sem nenhuma tristeza
Dos foras que a vida nos deu
Ela com certeza estava juntando
Você e eu"

nika_liu disse...

"E hoje nos lembramos
Sem nenhuma tristeza
Dos foras que a vida nos deu
Ela com certeza estava juntando
Você e eu"

Esta é definitivamente a minha parte preferida! Talvez por uma esperança perdida, que de vês em quando volta!

elisa disse...

linda esta música:) aliás, lindo o cd e lindo o concerto que tive a sorte de ver.

Miss K. disse...

meninas, essa parte é... TUDO!

Clementine Tangerina disse...

Aiiiiiiiiii como eu adoro essa musica!