quinta-feira, agosto 30, 2007

Dúvidas mesmo inquietantes para ter às 04:23

They say that
"Love lift us up where we belong".
Ok.
But... Where do we belong?

7 comentários:

lifextension disse...

e onde está o amor?... enfim uma frase bonita cheia de incorrecções...

Dino disse...

Neste momento? Deitado no monte da terrinha, para dormir uma soneca. Entre os pinheiros e a giestas e sobre o manto de humos que me dariam a sombra, um ar que sentiria nas minhas células pulmunares e o conforto necessários para perceber que isso "vale bem a pena".
E o som que embala, que me levaria por caminhos verdes, azuis, amarelos e tudo misturado, chegando por fim ao cinzento e depois a um preto que sei que existe mas não estou lá para lhe tocar.
Depois vem outra vez a luz.
Não encontro grande sentido para para os dois últimos parágrafos(incluindo este) mas acho que existe um.

BrokenAngel disse...

Frases "bonitas"... desprovidas de practicidade... não aplicáveis... apenas bonitas...

nika_liu disse...

Somewhere i do not know were it is but would sure like to find out!

lifextension disse...

...é inútil que ninguém ande à busca da sua mulher*. Ela virá. Cada um tem a sua mulher e necessariamente tem de a encontrar. Tu estás aqui, na Cruz dos Quatro Caminhos, ela está talvez em Pequim: mas tu, aí a raspar o meu repes com o verniz dos sapatos, e ela a orar no templo de Confúcio, estais ambos insensivelmente, irresistivelmente, fatalmente, marchando
um para o outro!...


eça de queirós, os maias

*ou homem

After8 disse...

Over the rainbow, so high.

criptog disse...

If the answer really troubles you, and because it would be to easy just to say Where the eagles cry, on a mountain high ... Far from the world we know, up where the clear winds blow, remember that, perhaps, they think we belong where the love lifts us up (think about it).