quinta-feira, agosto 02, 2007

Eu estou qualquer coisa tipo assim

Eu não tenho olheiras, tenho papos nos olhos. Não tenho dor de cabeça, tenho uma dor em vez da cabeça. Não são as minhas mãos que tremem, passou a fazer parte delas tremer. Quando me esqueço de retribuir uma chamada, nunca o irei cumprir, porque já me esqueci das teclas. A minha sanidade mental vai variando, consoante tenho internet por inteiro, só MSN, ou nada, porque o meu portátil sobre-aquece cinco a seis vezes por dia. Tenho andado a correr de um lado para o outro que nem uma barata tonta, e quando me sento no sofá sinto-me a rainha do meu bunker. Não durmo mais que quatro horas por noite, aliás, nem sei se de facto as durmo. Devo estar de rastos, mas como não tenho a certeza de nada, deixo a frase por acabar...

5 comentários:

lifextension disse...

um quadro negro...

MiSs Detective disse...

há dias assim

lex disse...

Por vezes penso que morreríamos desidratados se começássemos a falar. Não há bela sem senão...

Joana disse...

... coragem! tudo tem o seu principio, meio e fim! :)

Letras de Babel disse...

eu acho que estás muito bem; ando cansada de definições.

e lá dizia o o'neill:
"uma coisa em forma de assim"


beijos

______.

[desejo que nunca acabes as frases...]