quarta-feira, junho 27, 2007

[pois]

O terrível em ter tempo para pensar é aprofundarem-se coisas que era melhor não serem aprofundadas.

Pedro Paixão, in "Os Corações Também Se Gastam"

10 comentários:

Drifting Along disse...

Toma lá, mesmo na mouche! Até fiquei zonzo.
Pensar é bom, muito bom. Pensar demais é moléstia, a não ser que o objectivo seja fritar a mioleira.
Junta-se isso à busca de uma merda de um emprego e tempo livre de sobra. Junte um relaçao falhada e por fim adicione este nosso belo país que é uma verdadeira máquina de vento e produz das melhores nortadas que se conhecem e temos os condimentos todos.
Vai uns ovos mexidos com mioleira?

Sim,sim, queixo-me muito mas ao menos é Verão!

Ella_and_Louis disse...

Querida Miss K. assino em baixo! Baci, Ella

lifextension disse...

adoro este livro especialmente porque podemos sempre fechá-lo e vermo-nos ao espelho na capa, ou quase...
baci e melhoras..

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

pois, meeeeesmo!!!!!!:)*

Azul Neblina disse...

O Pedro Paixão é assim uma espécie de Margarida Rebelo Pinto para pessoas com blogues.

Miss K. disse...

apenas uma coisa sobre o último comentário: "pois..."

ps - a parte do "pessoas com blogues" não soa nada bem. terás consciência disso. ou não.

lifextension disse...

há gente mesmo desagradavel e que ainda por cima têm blogue, é o chamado tiro nos pés à bruta...

Azul Neblina disse...

Miss K: O Pedro Paixão é mau. Quase tão mau como a Margarida Rebelo Pinto. Se achas o contrário é lá contigo. Tant pis.

lifextension: O teu comentário relativamente ao meu é de uma estultícia a toda a linha. Se sou desagradável ou não, isso não é da tua conta. Não que me apraz ser agradável. Deixo isso para pessoas da tua estirpe que gostam de agradar aos outros. E se te revês nesse livro, então nada mais tenho a dizer: disseste tudo com bem mais loquacidade que eu poderia alguma vez almejar...

lifextension disse...

azul neblina: estou certo que já ouviste falar da palavra tolerância. se n gostas n comentes.
eu cá limito-me a falar daquilo que gosto. se o meu comentário suscitou algum arrepio na tua espinha é porque afinal esse meu designio de só fazer o que agrada aos outros n é assim tão linear.

baci e muita energia positiva para ti... bem precisas.

PS. Sorry miss k. fica prometido que termina aqui a lavagem de roupa suja que o meu tempo é precioso e um blog de um escrita tão boa n merece...

Azul Neblina disse...

lifextension: se não gosto, não comento?!? Então onde é que fica a tua noção de tolerância? Claro que não gosto do Pedro Paixão. Se crês mesmo que os gostos não se discutam então, tu é que estás a precisar de uma injecção de energia positiva e não eu.

Se achas que fui desagradável, é a tua opinião: respeito-a. Mas se não suportas o facto de alguém poder comentar os teus "posts" de outra forma que não a tal "positiva" então não reconheço o teu discurso de tolerância.

Alexandre

PS-Se quiseres que te recomende boa literatura (não, infelizmente não é "positiva", diz-me qualquer coisa; talvez te surpreendas).

E beijinhos :-)