quinta-feira, junho 14, 2007

Faz o que eu digo, não faças o que eu (não) faço

Tira um dia inteiro para gritar. Outro para dormir. Outro para ler. Outro para chorar. Outro para veres todos os filmes que tens mesmo de ver se o mundo acabasse amanhã. Tira uma noite inteira para ficares acordado a pensar. Outra para dançar até ao meio-dia. Outra para rir como se estivesses bêbado, não estando. Outra para fazer veres a lua deitado na areia de uma praia deserta. Tira um dia, tira uma noite, tira o que quiseres. Mas não te deixes vencer pela estupidez do deixar andar.

8 comentários:

Joana disse...

ai.... eu que preciso tanto, tanto, tanto de tirar um dia para existir!

Achas que isso existe como justificação das faltas ao trabalho?

lifextension disse...

se fosse assim tão linear... puff vou tentar...

[ The Man Who Will Rule The World ] disse...

isto é a minha vida kate!

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

vou tentar...*

Dino disse...

tira uma hora por dia todos os dias... para ler blogs :)

Drifting Along disse...

...ou tira um dia para esquecer para recomeçar a andar.

nelio disse...

deviam escrever isto nas paragens de metropolitano, em grandes outdoors espalhados pelas cidades e na beira das autoestradas, em wallpapers para computadores, em cortinas de cinemas e teatros para se ler durante os intervalos e em imagens subliminares para passarem durante os programas de t.v. de grande audiência.

MiSs Detective disse...

100% de acordo