quinta-feira, abril 19, 2007

Russian Doll

Muda de vida, se tu não te sentes satisfeito, muda de vida, estás sempre a tempo de mudar, muda de vida não deves viver contrafeito, muda de vida se há vida em ti a latejar. Há uma voz de sempre, que chama por mim, para que eu lembre que a noite tem fim, ainda procuro por quem não esqueci, por quem já não volta, por quem eu perdi. Vais ouvir e ver mais vale nunca, nunca mais saber, mais vale nada, nunca mais querer, mais vale nunca mais crescer. Há gente que fica na história, na história da gente, e outros de quem nem o nome lembramos ouvir. Pra me perder nesses recantos, onde tu andas sozinha sem mim, ardo em ciúme desse jardim, onde só vai quem tu quiseres, onde és senhora do tempo sem fim. Viagens que se perdem no tempo, viagens sem princípio nem fim, beijos entregues ao vento e amor em mares de cetim. Aqui ao luar, ao pé de ti, ao pé do mar, só o sonho fica, só ele pode ficar. Dunas são como divãs, quem nos visse deitados, cabelos molhados bastante enrolados, sacos-cama salgados. As saudades que eu já tinha da minha alegre casinha tão modesta quanto eu, meu Deus como é bom morar num modesto primeiro andar, a contar vindo do céu. Só pra dizer que te amo nem sempre encontro o melhor jeito, nem sempre encontro o melhor modo, devia ser como no cinema, a língua inglesa fica sempre bem, e nunca atraiçoa ninguém. Re-definição de estruturas, formas e conceitos, na procura incessante de movimentos perfeitos, neste baile de máscaras onde toda a gente dança, e homem que baila por gosto às vezes perde a esperança. Ser poeta é ser mais alto, é ser maior do que os homens, morder como quem beija, é ser mendigo e dar como quem seja, rei do reino de aquém e de além dor. Eh pá, deixa-me abrir contigo, desabafar contigo, falar-te da minha solidão, Ah, é bom sorrir um pouco, descontrair um pouco, eu sei que tu compreendes bem. São os loucos de Lisboa, que nos fazem recordar, que a Terra gira ao contrário, e os rios correm para o mar...

8 comentários:

Tiago Mendes disse...

Muito, muito bom.

Maravilhosa como sempre Miss K.

El-Gee disse...

optimo. optimo. optimo.

(daquelas coisas q so se encontram aqui)

cat disse...

genial :)

Blue_Butterfly disse...

cantei este post do princípio ao fim... :)

[ The Man Who Will Rule The World ] disse...

oh yeha baby

Mr.T disse...

Uma autentica Matrioska este post.
Sweet sweet music. Só pelo facto de ter o mestre Jorge Palma já era garantia de qualidade.

Bom fim-de-semana Miss

Matvey disse...

Aqui ao luar, muda de vida, mais vale nunca mais crescer, na procura incessante de movimentos perfeitos.

Morar num modesto primeiro andar, fica sempre bem.Onde só vai quem tu quiseres, onde és senhora do tempo sem fim

MysterOn disse...

Very nice...e de facto o post não se vai lendo vai-se cantarolanado!

Keep it on!

Kiss