domingo, outubro 29, 2006

O diabo veste Prada...


... E a Meryl Streep veste o papel de uma famosa editora de moda com uma serenidade que só as grandes senhoras do cinema conseguem atingir. Com vários filmes a estrear ao mesmo tempo, a protagonista de "África Minha" mostra que a idade só lhe faz bem, e que o cabelo que pintou de branco para esta paródia às revistas fashion lhe dá um ar ainda mais glamouroso do que o seu louro natural. Altiva, de olhar ríspido mas selecto, de voz quase sussurada, Miranda Priestly é um terror como chefe. No entanto, faz as delícias de quem for espreitar um bocadinho do seu incansável dia-a-dia... Que nunca mais foi o mesmo desde que a sonhadora Andrea Sachs (Anne Hathaway) pôs os pés dentro da redacção da reputadíssima RUNAWAY, com as suas convicções de moral e bons costumes, e muita, mas mesmo muita... falta de estilo! Só que o patinho feio vai acabar por se revelar uma princesa de haute-couture, e conseguir o que muitos julgariam impossível: partilhar aqueles cento e tal minutos de (bom) entretenimento com a deusa, Meryl Streep, e dar ao filme não uma, mas duas protagonistas: o diabo e a assistente!

1 comentário:

nika_liu disse...

O filme consegue ser verdadeiramente delicioso em grande parte pela Meryl Streep! Dá quase vontade de esganar...a personagem!!!