terça-feira, outubro 03, 2006

Havana

"A place you leave is a place that lives forever"
NOTA: Por muito que leia mal do filme, adorei. A fotografia, a alma dos actores, o fim de um era, o desespero e o querer do Andy Garcia, a beleza e o talento da Inés Sastre, o ritmo contagiante da música, o coração que batia mais forte porque tudo foi verdade, saber que Fidel ainda está no poder, assistir ao ponto final do glamour e do sonho, das famílias, ver a morte, tentar a sorte, perder o amor. Penso que valeu muito a pena ver esta cidade perdida...

4 comentários:

Matvey disse...

E eu que queria tanto ir ver o filme e estou há uns bons 15 dias numa de "tenho que ir".

Quanto às críticas, se forem dos críticos o requisito é: eles dizem mal? Então é porque o filme é bom!

MT disse...

e as familias que fizeram a revolução, sim pq só alguns fugiram e muitos ficaram, só uma pequena elite, companheiros de baptista foram para os estados unidos, acho que o filme peca por mostrar tudo bonzinho de um lado e tudo mau do outro

nika_liu disse...

Concordo com o matvey!Normalmente quando os criticos dizem mal eu acabo por gostar do filme! Deve ser o meu espirito de contradição! É uma pena que a beleza de Havana não possa ser de livre expressão! A música de ritmos apaixonantes ainda permanece na beleza desta cidade perdida! Um destino ao qual eu ainda gostaria de ir...talvez um dia!

Pedro Machado Borges disse...

és mesmo uma spoiler