segunda-feira, agosto 07, 2006

Zzzzz


Eu Não Existo Sem Você (Tom Jobim / Vinícius de Moraes)

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo, levará você de mim
Eu sei e você sabe, que a distância não existe
Que todo grande amor, só é bem grande se for triste
Por isso meu amor, não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você
Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver
Não há você sem mim, e eu não existo sem você

9 comentários:

Anónimo disse...

precisava de te dizer umas coisas... deram-me o endereço do blog(mas nao pode ser por aqui!)podes dar-me o teu email(ou algum alternativo)?

MysterOn disse...

Gosto mais desta ;)

Corcovado

Um cantinho
Um violão
Este amor
Uma canção
Pra fazer feliz
A quem se ama.

Muita calma pra pensar
E ter tempo pra sonhar
Da janela vê-se o Corcovado
O redentor
Que lindo!

Quero a vida sempre assim
Com você perto de mim
Até o apagar
A velha chama.

E eu que era triste
Descrente deste mundo
Ao encontrar você
Eu conheci
o que é felicidade
Meu amor

Miss K. disse...

Não imagino o que me possas querer dizer, principalmente porque assinas como anónimo. Como vês no profile, o blog não tem e-mail... Não leves a mal, mas não quero colocar o meu endereço aqui, se não já o teria feito; muito menos o faria por razões como esta. Se realmente me queres dizer alguma coisa,... manda-me uma mensagem para o hi5... é capaz de ser o mais simples.

Miss K. disse...

Também gosto dessa! Muito!! Quem escreveu?

MysterOn disse...

Ainda bem que gostas...

Quem escreveu?

Segundo a informação que tenho foi outro grande mestre desse mundo cheio de música que é Brasil:

Tom Jobim ;)

Cya around Miss.
Infact Miss K

amarga disse...

Tudo de Vinicius é fantástico :), escusado será falar do Tom Jobim...música linda.

MysterOn disse...

Corre-lhes nas veias...ritmos, melodias, tempos e contra-tempos.

Aproveito para recomendar (caso não conheçam já):

Jorge Ben
Samba Esquema Novo - 1969

Ciao

Su disse...

Tudo bem que os poemas sejam lindos...e são. Mas o meu comentário vai mesmo para a imagem...andei no tempo e fui até ao nosso 12º ano em que um certo professor de filosofia me emprestou um livro com o trabalho da obra do sr.-autor-dessa-imagem, Mr. Esher!
Ai que falta que fazem homens assim...professores assim...artistas assim...!!!

MysterOn disse...

Lol há aí muito homem...muito artista.
Just look in the right place ;)