terça-feira, julho 18, 2006

Wake up and SMEG the coffe!

Sras. e srs., é com o maior orgulho que vos apresento os frigoríficos SMEG...

Pause to breath, I understand your enthusiasm with such a breathtaking design...


AMAZING! Estes frigoríficos de look retro são o fim do mundo em cuecas!!! Com o seu ar acabámos-de-dar-uma-voltinha-pelos-anos50 e cores de perder a cabeça, os Smeg são o último grito em bens de primeira necessidade, aquelas coisas sem as quais até gostávamos muito, mas não podemos mesmo viver... How can anyone live without a cool Smeg? (a chamada de atenção para o trocadilho que fiz sem querer - cool também significa fresco, há lá melhor frase para anúnciar uma maquineta que tem por missão refrescar e manter fresco?! - foi gentilmente feita pela mesma pessoa que me introduziu neste fantástico mundo dos frigoríficos fashion, thanks T., eu sou tão pé rapado que nunca mais lá chegava sozinha...). Nobody does.
Venham-me falar de Mieles, Sharps e companhia, que eu conto-vos uma história... Um Smeg é a cara do seu dono: diz-me que Smeg tens, e dir-te-ei quem és. Eu, por exemplo: não tenho um Smeg, mas quero ter. Ora o que é que isto quer dizer? Que sou uma pessoa moderna, atenta às novas tendências sem no entanto descurar os legados do passado, que dá importância ao seu frigorífico mesmo que ele nunca tenha nada lá dentro, que se importa com os amigos (há coisa pior do que trazer alguém de quem se gosta para junto que objectos inestéticos? Só mesmo se nós próprios já formos pouco estéticos...), que não tem medo de abrir uma porta com maçanetas vintage, and so on... Ora quem não tem, nem pensa ter um Smeg, é um zero à esquerda. Alguém que não esteja disposto a dar cabo da sua cozinha em função do Smeg que lá vai pôr dentro, mesmo que o faça apenas em sonhos, é um indivíduo que anda a ocupar a já povoada crosta terrestre - um tipo a eliminar, portanto. Com o seu saldo bancário mensalmente mal utilizado (se não pensa comprar um Smeg, gasta dinheiro em quê?!), cada um de nós, Smeg people, pode escolher a(s) sua(s) cor(es) preferida(s). Weeeeeeeee!!!!

Não me obriguem a escolher só um, por favooooor!!! Ok, só tenho uma chance? Então acho que levo o vermelho. Fica a matar (vermelho, sangue, matar, isto hoje é só trocadilhos publicitários...) na minha cozinha branca e cinzenta... Oh God, make me good, but not yet!

Ps - Pode não parecer, mas este post foi totalmente escrito sem a ajuda, ou efeito, de álcool em excesso ou substâncias estupfacientes. Palavra de Miss K., mega-embriagada com o sono das cinco da manhã.

4 comentários:

Buttafly Su disse...

Mas como é que alguém consegue escrever sobre frigoríficos às cinco da matina???? LOOOOOOOL

;-)

Miss K. disse...

Fui apanhada!!! Por favor, não me leves já para a Casa de Saúde da Avenida do Brasil... Deixa-me andar à solta mais uns tempos, e eu prometo que trato do meu problema mental logo-logo!!

Buttafly Su disse...

Looooooooooooool!
Pelo menos varias - já que toda a gente fala e escreve sobre as trivialidades da vida, tu escolhes logo um assunto que, aliado à hora a que te debruças sobre ele, ninguém esperaria...
Very good! ;-)

Bjokas!

TP disse...

como poderias não gostar do "abraços desfeitos" se lá aparece um SMEG :-)

nunca teria reparado...